quinta, 07 de dezembro de 2023

NOTÍCIAS

Data: Terça-feira, 14 de novembro de 2023     Fonte: R7 News

Brasileiros e familiares repatriados de Gaza chegam a Brasília e são recebidos por Lula

Nove mulheres, seis homens e 17 crianças chegaram na noite desta segunda; FAB oferecerá instalações, alimentação e serviço médico
DEBORAH HANA CARDOSO/RECORD - 13/11/2023

Os 32 brasileiros e familiares repatriados da Faixa de Gaza desembarcaram na Base Aérea de Brasília no fim da noite desta segunda-feira (13) e foram recepcionados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (veja no vídeo acima). À bordo da aeronave cedida pela Presidência da República, estavam nove mulheres, seis homens e 17 crianças, sendo duas com quadro de desnutrição, que desembarcaram primeiro e foram levadas para duas ambulâncias.

A Força Aérea Brasileira (FAB) vai oferecer instalações e alimentação ao grupo na base, além de atendimentos médico e psicológico no Hospital de Força Aérea de Brasília (HFAB), sob os cuidados de uma equipe multidisciplinar (uma médica, uma enfermeira e três psicólogas). Eles vão passar as primeiras 48 horas nas acomodações em Brasília, período que servirá também para resolver questões documentais e tomar vacinas exigidas pela legislação brasileira.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome é responsável pelo acolhimento das famílias. Depois da estadia na Base Aérea de Brasília, os repatriados seguirão para destinos escolhidos por eles:
• 24 pessoas vão para São Paulo, sendo 12 para um abrigo;
• 2 pessoas vão para Florianópolis;
• 1 pessoa vai para Cuiabá;
• 1 pessoa vai para Novo Hamburgo (RS); e
• 4 pessoas vão permanecer em Brasília.

"Às vezes, a gente passava fome, sede. Muito chocante, muito triste. Eu quero agradecer a todos, ao governo, ao presidente, pela força, pelo apoio", disse Hasan Rabee, um dos repatriados, que viajou com os filhos.

A jovem Shahed Al-Banna, de 18 anos, também agradeceu por ter sido repatriada. "Até agora não consigo acreditar. Achei que ia morrer. Ficamos assustados. Já perdi muitos familiares, amigas, já perdi minha casa. Agora estou muito feliz e emocionada", disse.

O grupo foi autorizado a deixar Gaza pela cidade de Rafah, na fronteira com o Egito, nas primeiras horas do domingo (12). Antes de chegar à capital brasileira, o avião fez pousos técnicos em Las Palmas, na Espanha, e no Recife (PE).

Desde a divulgação da primeira relação, com 34 nomes, houve duas desistências. Foram mais de três semanas de espera pela permissão das autoridades envolvidas na guerra para cruzar a fronteira. O grupo fez a imigração e foi transportado em vans fretadas pela embaixada brasileira no Egito. Eles chegaram ao Cairo na noite de domingo (12).

Parentes terão apoio para emitir documentos

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, declarou no domingo (12) que os palestinos parentes de brasileiros que deixaram a Faixa de Gaza em direção ao Brasil serão acolhidos em ação conjunta dos ministérios da Justiça e Segurança Pública e do Desenvolvimento Social e da Casa Civil, além das pastas das Relações Exteriores e da Defesa, que coordenaram a operação de repatriação.

"Na chegada, também teremos participação do MJ-SP e do MDS, na parte de apoio a todos esses brasileiros. O Ministério do Desenvolvimento Social tem, junto à Casa Civil, esse sistema de apoio e acolhimento. Será disponibilizada identidade, permissão de trabalho, acesso ao SUS e a toda a rede de apoio social para refugiados, inclusive com opções de pedido de refúgio e de regularização da situação de cada um", afirmou Vieira.

Balanço

Além dos 32 passageiros que deixaram a Faixa de Gaza, desde o início do conflito entre o Hamas e Israel, o governo federal já resgatou 1.445 brasileiros e familiares. O número contabiliza oito voos vindos de Israel e um da Jordânia, todos comandados pela Força Aérea Brasileira na Operação Voltando em Paz. Além das pessoas, 53 animais de estimação foram resgatados.

Além disso, o Brasil mandou kits de medicamentos, alimentos e purificadores de água a Gaza. No último dia 30, 1,5 tonelada de alimentos foi enviada. No carregamento, estavam sacos de arroz, açúcar, derivados de milho e leite.