Portal JNMT
Portal JNMT
NOTICIAS

Servidores do Detran cruzam os braços

Data: Terça-feira, 12/09/2017 07:15
Fonte: JNMT/Assessoria
Foto: JNMT

Todas as unidades do Departamento do Estado de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT) estão com o atendimento suspenso desde ontem devido à greve dos servidores do órgão. A categoria cobra reajuste da tabela salarial, que está com defasada desde 2011. 

Conforme a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Detran (Sinetran), Daiane Renner, a decisão de paralisar as atividades por tempo indeterminado foi tomada porque depois de oito meses de notificações e quatro de mesa de negociação com a Casa Civil e Secretaria de Gestão, o Governo negou o reajuste reivindicado e não apresentou proposta alguma à categoria. “O prazo se encerrou e o governo não apresentou nenhuma proposta”, afirmou. 

Segundo Renner, a categoria somente está exigindo o montante que é concedido a demais carreiras do Estado e não há justificativa para que o Governo deixe de atender à reivindicação dos servidores do órgão. Além da defasagem salarial que se estende por seis anos, segundo o Sinetran, o Governo também não vem cumprindo desde 2015 sequer com a reposição inflacionária prevista em lei. 

Em Mato Grosso, o Detran possui cerca de 930 servidores distribuídos em 71 unidades. Segundo o Sinetran, todos aderiram à greve, que afeta serviços como banca examinadora, emissão de documentos e pagamento de taxas. 

O Governo de Mato Grosso alega que não tem condições de conceder aumento salarial aos servidores do Detran devido à crise econômica. Informou ainda que continua fazendo novos cortes de gastos para manter o pagamento dos salários em dia, inclusive, pagando de forma integral todos os reajustes anuais dentro do planejamento apresentado aos servidores. (JD) 

Diário de Cuiabá

PUBLICIDADE